Dislexia afeta cerca de 17% da população

A dislexia caracteriza-se por uma dificuldade na leitura, escrita e soletração

Caracterizada por uma dificuldade na área da leitura, escrita e soletração, a dislexia muitas vezes é confundida com preguiça e desinteresse pelos pais. Entretanto, o problema deve ser tratado com atenção, para não causar uma defasagem inicial de aprendizado na criança, podendo gerar dificuldades maiores no futuro.

Com a ajuda de um fonoaudiólogo, o paciente pode superar suas dificuldades e desenvolver melhor suas habilidades em ler e escrever. “Dizem que os disléxicos costumam ter o lado direito do cérebro mais desenvolvido que o esquerdo. Isso explicaria a facilidade para atividades ligadas à criatividade. Os disléxicos têm também um caráter empreendedor. Por isso, o número de cientistas, escritores e personalidades do mundo empresarial e político com dislexia é muito grande”, explicou a apresentadora Ana Maria Braga, em seu programa matinal. Ela citou alguns personagens famosos que eram disléxicos: Tom Cruise, Cher, Robin Williams, Pablo Picasso, Leonardo Da Vinci e Napoleão Bonaparte.

O tratamento para dislexia segue um padrão onde o fonoaudiólogo trabalha para que a criança faça o reconhecimento da letra e do som, depois faz o reconhecimento do vocabulário e, por fim, o foco é o texto: a criança tem que ler e interpretar.

Saiba mais sobre o problema nesta reportagem do programa Mais Você, da Rede Globo.

Fonoaudiologia , , , , ,

Comments are closed.