Saiba mais sobre a dor de garganta e aprenda a evitar esse incômodo

dor-de-garganta

A atmosfera seca e fria típica do inverno é um dos principais gatilhos para o aumento da incidência da popular dor de garganta.

Tecnicamente chamada de faringite, é o principal sintoma das inflamações causadas por vírus ou bactérias na parte de trás da garganta, na região mais profunda da língua, no palato mole (céu da boca) ou mesmo nas tonsilas (amígdalas). As crianças, idosos, os alérgicos em geral e os portadores de doenças como diabetes e HIV são os indivíduos mais suscetíveis.

Quando em estado normal, a faringe fica protegida contra agentes infecciosos por meio de um conjunto de defesas naturais. As principais são compostas pelas secreções de susbstâncias antimicrobianas geradas por glândulas e os gânglios linfáticos, órgãos responsáveis pela detecção e destruição de invasores. O mais conhecido deles é a tonsila palatina.

No entanto, há comportamentos de risco que contribuem para o aparecimento desse mal. Para se prevenir da dor de garganta:

– Evite locais com aglomeração de pessoas e também ambientes fechados.

– Lave as mãos com frequência, especialmente depois de passar por locais frequentados por muitas pessoas.

– Beba muito líquido para evitar a desidratação.

– Evite falar em voz alta ou gritar.

– Suspenda contato com agentes irritantes como a fumaça de cigarro, por exemplo.

E caso já esteja apresentando sintoma de dor de garganta, não compartilhe objetos pessoais nem utensílios de cozinha com ninguém para que outras pessoas não se contaminem. Você também pode fazer o seguinte:

– Faça gargarejos com água morna e sal.

– As populares pastilhas para a garganta também podem atenuar os desconfortos causados pelo sintoma. Mas lembre-se: elas não são medicamentos.

– Garanta uma boa hidratação bebendo líquidos quentes como sopas e chás.

– Quando o tempo estiver muito seco, use umidificadores e vaporizadores.

É recomendável procurar assistência médica caso esteja há mais de uma semana sentindo os seguintes sintomas: dores persistentes na garganta; dificuldade para engolir, falar ou abrir a boca; dores na face; febre alta; nódulos no pesçoco ou voz abafada/rouca.

Os profissionais da CEONG estão preparados para dar toda a orientação que você ou sua família precisar. Para marcar uma consulta, basta entrar em contato conosco pelo telefone (11) 5522-3077 ou nosso formulário de contato.

Otorrinolaringologia, Saúde vocal , , ,

Comments are closed.