Saiba como controlar os sintomas da asma

asmaO último dia 21 foi o Dia de Combate à Asma. Por isso, vamos falar sobre essa doença, que é totalmente controlável, a ponto de gerar um impacto mínimo na vida dos pacientes.

Neste post, vamos dar algumas dicas para você aumentar as chances de controlar melhor a asma e, assim, promover mais qualidade de vida e tranquilidade. Mas fica o alerta: nenhuma delas não serão eficazes sem acompanhamento médico constante nem apoio familiar.

A primeira atitude preventiva que o asmático deve tomar é se manter longe dos gatilhos. Os principais são ácaros, fungos, pelos de animais, pólen, produtos químicos com odor forte, ar condicionado, ambientes secos e fontes de fumaça, como o cigarro, por exemplo. Há ainda outros fatores que contribuem para as crises, dentre elas se destacam as alergias alimentares (trigo, frutos do mar, ovos e afins), a exposição a infecções virais de forma geral, vivenciar emoções que gerem emoçoes fortes como a ansiedade ou o estresse e praticar exercícios físicos sem o preparo adequado.

Pesquisas mais recentes têm associado o aumento de casos asma ao aumento dos casos de obesidade. Ou seja, pessoas que possuem Índice de Massa Corpórea (IMC) acima dos 30 pontos são fortes candidatas a desenvolver alguma síndrome de dificuldade respiratória. Por conta dessa condição, els geram um círculo vicioso: como não são aptas a fazer exercício físico, ficam impedidas de contar com esse valioso recurso de controle da asma.

Outra atitude importante contra a asma é a prática regular de esportes como natação, hidroginástica, caminhada, tênis, golfe, dentre outros. Além disso, há exercícios respiratórios que podem ser realizadas diariamente e em qualquer lugar – até no trânsito.

Outra dica é a Reeducação Postural Global (RPG), técnica de fisioterapia que analisa o corpo como um todo. A partir de exercícios como alongamento, o asmático pode incrementar a força e elasticidade muscular. Assim, ao conseguir corrigir o desequilíbrio muscular, o paciente aumenta sua capacidade de respiração.

Alergias respiratórias , , , , ,

Comments are closed.