Ronco pode ser sinal de doença grave

Associada ao ronco, apneia do sono sobrecarrega e ameaça o coração, pois gera quedas e retomadas bruscas na oxigenação do sangue

A mineira Maria José, dona de casa, e o paulista Hugo, executivo de uma multinacional, combinam em uma coisa: o ronco durante o sono e problemas cardíacos. O caso de Hugo, no entanto, talvez foi o mais surpreendente. Ele só deu atenção a isso quando outro problema muito mais sério entrou em jogo e mostrou que ronco pode ser sinal de doença grave: enquanto fazia exercícios, teve um infarto.

Coração e ronco: uma relação quase sempre perigosa. O ronco pode ser um sintoma da apneia do sono, mal que faz com que a pessoa pare de respirar enquanto está dormindo. Isso acontece porque ao descansar, nossos músculos relaxam e podem bloquear a passagem de ar no sistema respiratório. Como consequência, há quedas e retomadas bruscas na oxigenação do sangue. Esse padrão de queda de oxigenação e recuperação acontecendo dezenas, centenas de vezes à noite é o que o médicos acreditam ser um dos motivadores de doenças cardiovasculares.

Felizmente, existem tratamentos que aliviam os sintomas e garantem uma melhor qualidade de vida para quem sofre de apneia do sono, como o CPAP. O CPAP é uma máscara, ligada a um aparelho que o paciente utiliza para dormir. A função do CPAP é gerar um fluxo de ar contínuo para impedir que o paciente tenha a parada respiratória enquanto está dormindo. O paciente realiza o exame de polissonografia, onde o especialista verifica qual é a necessidade de pressão do ar para o paciente e regula o CPAP para proporcionar alívio e bem-estar durante o sono.

Se você sofre deste mal ou ronca demasiadamente durante o sono, marque agora sua consulta com nosso corpo médico pelo telefone 5522-3077 ou pelo formulário de contato e certifique-se que o seu ronco não está associado a apneia do sono.

[Via G1]

Fonoaudiologia, Otorrinolaringologia , , , , , , , , ,

Comments are closed.