Aplicativo brasileiro para surdos é finalista em prêmio da ONU

Aplicativo brasileiro Hand Talk para inclusão social de surdos é finalista no World Summit Award MobileO software HandTalk, desenvolvido em Alagoas, foi finalista na categoria Inclusão do World Summit Award Mobile, competição que visa promover aplicativos de relevância para a humanidade.

Mais uma solução brasileira é destaque no cenário mundial. O aplicativo Hand Talk, desenvolvido por três jovens empreendedores de Alagoas, esteve entre os cinco melhores aplicativos do mundo na categoria Inclusão no World Summit Award Mobile, prêmio oferecido pela Organização das Nações Unidas, em reconhecimento a trabalhos que relevância educacional, científica e cultural.

Ao converter textos, imagens e áudio para a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), o aplicativo objetiva a inclusão social dos surdos, já que a LIBRAS tem uma estrutura própria, diferente do Português, o que dificulta o seu entendimento por parte da comunidade de deficientes auditivos.

A figura central do software é o personagem Hugo, que executa os sinais da LIBRAS. O usuário pode tirar uma foto de uma placa ou receber uma SMS em seu telefone e enviar para o Hand Talk. O aplicativo varre a imagem para procurar um texto ou usa as palavras da SMS diretamente e faz com que Hugo “fale” em LIBRAS na tela do dispositivo.

O desenvolvimento do software está recebendo contribuições de diversas associações de deficientes em todo o Brasil, para seu lançamento, previsto para o segundo semestre de 2013.

Para conhecer mais sobre o Hand Talk, assista esta entrevista com os autores do aplicativo.

Audição , , , , , , ,

Comments are closed.